Segunda parte.

Alguns desafios foram lançados – de cara mobilizar 40 pessoas na universidade (para alguém que estava morando em São Paulo 100km de distância).

Entrar em contato com as comunidades, saber o que as comunidades queriam e desenvolver um projeto para as comunidades. Muitas reuniões, muito a fazer, a se preparar – O pior arrependimento … – conversar com quem conhece mais, conversar com quem pode ajudar.

Percalços pelo caminho – ônibus que é cancelado pela reitoria, pessoas que desconfirmam na última hora – e algumas surpresas também – ônibus que é financiado por “desconhecidos”, pessoas que surgem e abraçam o projeto, todo o tipo de sorte.

Chegamos em Santa Catarina. Mais de 250 pessoas de todo o Brasil reunidas em um só propósito, realizar sonhos. Foram 06 dias com as pessoas incríveis e mais uma idéia surgiu – realizar agora.

Depois de chegar em São Paulo tudo já parecia mais simples, como dizíamos em Santa Catarina – Se construímos uma praça em cinco dias, podemos fazer qualquer coisa! – então a perspectiva mudou. O trabalho de graduação que parecia tão grande e difícil, ficou simples. Outros desafios podiam ser assumidos com mais segurança – realizar agora.

Outros desafios foram assumidos – Oasis São Paulo: Brasilândia, Vila Itororó e Guaianazes.

De alguém que chegou quase sem saber do que se tratava (tinha ótimas referencias, mas nenhuma informação) para alguém que estava propondo uma nova ação, um novo formato, desafio.

Intervalo – em minha descrição, aqui do lado esquerdo, podemos ver que algumas pessoas acham que eu sou destemido (para outros prepotente), para mim tudo isso se traduz em Otimismo – fim de intervalo

O otimismo e a confiança nas pessoas pautaram esses dias do segundo semestre de 2009. Seja porque a chuva iria passar, seja porque as pessoas iriam chegar, seja porque é possível mudar tudo agora – realizar agora.

Grandes expectativas foram criadas, grandes realizações. Quem diria, alguns amigos que em um ano realizaram quatro Oasis em São Paulo – não é pouca coisa.

Acho que nesse ponto vocês já entenderam que o trabalho de graduação acabou sendo bem fácil de ser feito, e aprovado.

Essa é a história que eu trago de Guerreiro Sem Armas.

Meu nome é Rubens e assim eu disse. Hey!

Anúncios