Bom pessoal.
Chego ao fim do Caminho do Guerreiro. O que era para durar dois meses durou oito.

De início tudo correu rápido (talvez rápido demais) até o momento da idéia!
Ter idéias é o primeiro passo, selecionar as ideías e coloca-las em ação é o próximo passo.
Para mim esse segundo passo é o mais difícil. É onde pega o famoso equilibrio entre o senso de urgência vs o senso de perfeição.
Ter milhares de idéias não ajuda muito se nenhuma delas entra em prática.

Enfim, depois de oito meses uma idéia foi colocada em prática.
A compostagem urbana (realizada em um apartamento) que foi desenvolvida e colocada em prática está dando frutos!
Em duas semanas 11 litros de lixo orgânico deixaram de ir para os lixões de Piracicaba e metade disso já está quase em ponto de servir de adubo, o que indica que logo a horta de apartamento estará surgindo.
Além disso minha família está se empenhando em um projeto conjunto (coisa que não acontecia a muito tempo).

Se por um lado existe uma imensa alegria em saber que tudo está dando certo nessa prática que está sendo desenvolvida aqui em casa, por outro é um tanto triste saber que talvez para o propósito do Caminho do Guerreiro 2 isto tenha ocorrido tarde demais.

Fica o aprendizado. Alguns propósitos pedem urgência maior do que o senso de perfeição, é preciso equilibrar.
Fica também a descoberta da face mais bacana de todo esse processo de seleção, que afinal deixa algo produtivo e que já está gerando um diferencial na comunidade.
Convenhamos, é muito melhor do que passar horas em entrevistas e dinâmicas de “coloque o ovo em pé” que a maioria das empresas fazem por aí em seus processos de seleção.

Um grande abraço a todos que me acompanharam até aqui.
Nos vemos em breve.

Anúncios